Header Ads

Rapper Tekashi69 é condenado a dois anos de prisão


Sua sentença foi branda depois de o rapper colaborar com o governo e detalhar a estrutura da gangue Nine Trey Gangsta Bloods.

O rapper Tekashi69 foi condenado a 2 anos de prisão na quarta-feira (18), depois de testemunhar contra a gangue Nine Trey Gangsta Bloods.
O artista, que também é conhecido como 6ix9nine e responde legalmente com o nome verdadeiro Daniel Hernandez, se declarou culpado em fevereiro em nove acusações envolvendo gangues, drogas e armas, com um mínimo de 37 anos de prisão.

No entanto, sua cooperação com o governo permitiu que o juiz federal Paul Engelmayer ignorasse o tempo mínimo obrigatório. Os promotores descreveram a contribuição do rapper como "extraordinária" e "extremamente útil".
Ele está sob custódia desde novembro de 2018 e os treze meses que passou na prisão já contarão para sua sentença.Segundo o jornal New York Times, os promotores disseram que 6ix9ine corre risco de ser morto ou ferido na prisão porque a gangue Nine Treu pode ser vingar.

Com tatuagens no rosto e cabelo colorido, Hernandez já fez transmissões segurando armas para seus milhões de seguidores no Instagram e provocou gangues e autoridades em redes sociais.

Audiência

O rapper se emocionou na audiência quando falou sobre as acusações. "Eu estava fraco, fui facilmente influenciado. Não acredito que fui eu", disse, segundo o New York Times.
Ele testemunhou em um tribunal federal de Manhattan e detalhou o funcionamento interno da gangue Nine Trey na semana passada. "Hernandez forneceu ao governo uma visão crítica da estrutura da organização da quadrilha", escreveu o governo ao juiz Engelmayer, que julgou o caso na quarta-feira (18).

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.